20 habilidades tecnológicas que todo professor deveria conhecer

Por Janaína Spolidorio

Avanços tecnológicos acontecem diariamente, mas nem sempre eles alcançam a área da educação, porque é preciso uma formação adequada para utilizar a tecnologia de um modo consciente e voltado para a pedagogia. Quando o professor já é formado e está em sala de aula ele tem uma tendência a se adaptar conforme as novidades chegam em sua vida escolar. Quando o professor está em período de formação nem sempre seu currículo privilegia um olhar aos avanços e isso é algo problemático.

Seja qual for o motivo, o ideal é que os professores estejam atentos a novidades tecnológicas sempre, independentemente da área em que atuam ou da idade com a qual trabalhem, porque elas fazem parte da vida dos alunos e é imprescindível que recebam, muitas vezes orientações para melhor utilizar, seja do ponto de vista funcional ou estrutural, tais ferramentas.

Atualmente não usamos apenas computadores, mas também laptops, tablets, smartphones, isso falando de aparelhos básicos. Não podemos deixar de pensar também que há scanners, drives, dispositivos digitais diversos, USBs, cartões SD, PDAs… o que nos indica que além de conhecer os equipamentos e suas funcionalidades ainda temos a questão de um novo vocabulário ao qual temos que nos adaptar e, afinal de contas, não faz sentido um professor não saber nem nomear o objeto que utiliza.

Quanto mais o professor resiste, mais obsoleto se torna em relação à realidade. É engraçado pensar assim, porque se refletir sobre o assunto, o professor que não conhece tecnologia começa a viver em um universo paralelo à realidade e que se distancia a cada dia. Vale refletir que os alunos precisarão destas habilidades tecnológicas que ela está deixando de explorar e orientar em suas vidas adultas, e não seria este o intuito de estudarmos? Ter a oportunidade de explorar tais ferramentas em aula não é mais um complemento, uma oferta maior de recurso, é uma necessidade.

Alguns educadores, naturalmente, já usam tais recursos em aula, mas será que têm consciência de quais – ou quantas – seriam as habilidades básicas em tecnologia que devem ter?

Quando o professor sabe onde precisa chegar em seu conhecimento fica mais fácil buscar tal formação. Sendo assim, veja a seguir um check-list quais são as habilidades tecnológicas esperadas para um professor atualmente.

Janaína Spolidorio é formada em Letras, com pós-graduação em consciência fonológica e tecnologias aplicadas à educação e MBA em Marketing Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support