IA e tecnologias emergentes ampliará mercado de trabalho para pessoas com deficiência

É o que afirma um relatório divulgado pelo Grupo Gartner, empresa de consultoria e pesquisa. A companhia divulgou uma relação com as principais tendências estratégicas em Tecnologia da Informação (T.I.) para os próximos anos. As previsões pesam sobretudo para o lado humano da tecnologia, e incluem o aumento da automação, robótica, tecnologia de IA e outras tendências em andamento.

Confira a relação completa com previsões estratégicas em TI, segundo a empresa:

Mais empregos para PcDs (Pessoas com Deficiência)

Até 2023, o número de pessoas com deficiência empregadas triplicará devido à IA e às tecnologias emergentes, reduzindo as barreiras de acesso. Afinal, a tecnologia facilita a conexão das pessoas com deficiência ao mundo dos negócios.

Anúncios inteligentes

Até 2024, a identificação de emoções pela IA influenciará mais da metade dos anúncios online que você vê. Essa é uma das previsões estratégicas em TI mais promissoras para o comércio.

A visão computacional, que permite à IA identificar e interpretar ambientes físicos, é uma das principais tecnologias usadas para reconhecimento de emoções. Por isso, foi classificada pelo Gartner como uma das tecnologias mais importantes nos próximos três a cinco anos.

BYOE (Bring Your Own Encription)

Até 2023, 30% das organizações de TI estenderão as políticas de BYOD com “traga sua própria criptografia” (BYOE). O conceito de “trabalhadores aprimorados” (augmented workers) ganhou força nas mídias sociais em 2019. Isso ocorreu devido a avanços na tecnologia vestível, outra das previsões estratégicas em TI. Afinal, os dispositivos vestíveis estão impulsionando a produtividade e a segurança do local de trabalho na maioria dos setores. Isso inclui o automotivo, petróleo e gás, varejo e saúde.

Contudo, os dispositivos vestíveis são apenas um exemplo de aprimoramentos físicos disponíveis atualmente. Ou seja, os humanos procurarão aprimoramentos físicos adicionais que melhorarão suas vidas pessoais e ajudarão a realizar seus trabalhos. O Gartner define “humanos aprimorados” como a criação de melhorias cognitivas e físicas como parte integrante do corpo humano. Um exemplo é o uso de sistemas de controle ativo para criar próteses de membros com características que podem exceder o desempenho humano natural mais alto.

Leia também: Tecnologia da Informação como propulsora para Acessibilidade

Criptomoeda

Até 2025, 50% das pessoas com um smartphone, mas sem uma conta bancária, usarão uma conta de criptomoeda acessível para celular.

Atualmente, 30% das pessoas não têm conta bancária e 71% assinarão serviços móveis até 2025. Os principais mercados online e plataformas de mídia social começarão a suportar pagamentos de criptomoeda até o final do próximo ano. Até 2022, Facebook, Uber, Airbnb, eBay, PayPal e outras empresas de comércio eletrônico digital apoiarão mais de 750 milhões de clientes.

Dessa forma, pelo menos metade dos cidadãos do mundo que não usam uma conta bancária usarão esses novos serviços de conta de criptomoeda habilitados para dispositivos móveis oferecidos pelas plataformas digitais globais até 2025.

Regulamentação para designers de IA

Até 2023, uma associação auto-reguladora para supervisão de designers de IA e aprendizado de máquina será estabelecida em pelo menos quatro dos países do G7.

Até 2021, vários incidentes envolvendo danos não triviais produzidos por IA a milhares de indivíduos podem ser esperados, segundo o Gartner. Contudo, a demanda do público por proteção contra as consequências de algoritmos com mau funcionamento pressionará a atribuição de responsabilidade legal pelas consequências nocivas da falha do algoritmo. O impacto imediato da regulação do processo será aumentar os tempos de ciclo para o desenvolvimento e implantação dos algoritmos de IA e ML.

Portanto, as empresas também podem esperar gastar mais em treinamento e certificação para profissionais. Isso, além de documentação de processos e salários mais altos para pessoal certificado. Essa é uma das previsões estratégicas em TI mais preocupantes para desenvolvedores.

Streaming de negócios?

Em 2020 os 10 principais fornecedores de aplicativos corporativos irão expor mais de 90% de seus recursos de aplicativos por meio de APIs. Até 2023, 40% dos profissionais irão orquestrar suas experiências e recursos de aplicativos de negócios, como fazem na experiência de streaming de música.

O desejo humano de ter um ambiente de trabalho semelhante ao ambiente pessoal continua a aumentar. Ou seja, de um local em que possam montar seus próprios aplicativos para atender aos requisitos pessoais e de trabalho de maneira self-service. A consumerização da tecnologia e a introdução de novas aplicações elevaram as expectativas dos funcionários quanto ao que é possível a partir de suas aplicações comerciais.

Blockchain contra fake news

Até 2023, 30% do conteúdo mundial de notícias e vídeos serão autenticados como reais pela blockchain, combatendo as fake news. Essa está entre uma das mais importantes previsões estratégicas em TI. Afinal, as fake news têm deturpado a visão de mundo de pessoas menos comprometidas com pesquisas.

Até 2021, pelo menos 10 grandes organizações de notícias usarão a blockchain para rastrear e provar a autenticidade de seu conteúdo publicado. Da mesma forma, governos, gigantes da tecnologia e outras entidades estão lutando contra grupos industriais e regulamentações propostas.

Transformação digital

Em média, até 2021, as iniciativas de transformação digital levarão o dobro do tempo e custo para grandes empresas tradicionais.

É pouco provável que as expectativas dos líderes empresariais em relação ao crescimento da receita sejam alcançadas a partir de estratégias de otimização digital. Afinal, há o custo da modernização da tecnologia e custos imprevistos da simplificação das interdependências operacionais. Essa complexidade operacional também impede o ritmo da mudança, juntamente com o grau de inovação e adaptabilidade necessário para operar como um negócio digital.

Internet do Comportamento (IoB)

Até 2023, as atividades individuais serão rastreadas digitalmente por uma “Internet do Comportamento”. Seu objetivo será influenciar, beneficiar e estender o serviço para 40% das pessoas em todo o mundo.

Por meio do reconhecimento facial, rastreamento de localização e big data, as organizações estão começando a monitorar o comportamento individual. Contudo, esse comportamento está sendo vinculado a outras ações digitais. É o caso da compra de uma passagem de trem, por exemplo. A Internet das Coisas (IoT) – onde as coisas físicas são orientadas a fazer uma determinada coisa com base em um conjunto de parâmetros operacionais observados em relação a um conjunto desejado de parâmetros operacionais – agora está sendo estendida às pessoas.

Esta é conhecida como Internet of Behavior (IoB). Portanto, até 2020, observaremos exemplos de modelos de negócios baseados no uso e no comportamento para expandir seguros de saúde ou financeiros.

E-commerce na mira da OMS

Até 2024, a OMS (Organização Mundial da Saúde) identificará as compras online como um distúrbio viciante. Afinal, milhões abusam do comércio digital e enfrentam estresse financeiro.

Os gastos do consumidor por meio de plataformas de comércio digital continuarão a crescer mais de 10% anualmente até 2022. Além disso, observamos um aumento no número de pedidos de comércio digital previstos e iniciados pela IA.

Entretanto, a facilidade das compras online causará estresse financeiro para milhões de pessoas. Afinal, os varejistas online usam cada vez mais a IA e personalização para atingir efetivamente os consumidores e levá-los a gastar uma renda que não possuem. A dívida resultante e as falências pessoais causarão depressão e outros problemas de saúde causados pelo estresse. E, entre as previsões estratégicas em TI, esta já está atraindo a atenção da OMS.

Fonte: Network World

Leia também: Educação inclusiva: formação de professores é fundamental


   	

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support